Espumantes – Um pouco de conteúdo para impressionar nas festas de final de ano

Champagne espumante
Champagne: É festa!

Leandro Rubio Dias

Primeiramente quero agradecer meu grande amigo, companheiro de degustações e presepadas Marcus, agradecer por ter dividido comigo boa parte do conhecimento e paixão pelos vinhos e por ter feito essa proposta de escrever em seu blog. Sinceramente nunca me vi escrevendo para um blog, mas realmente me fez bem esse primeiro post e como este surgirão outros, se Deus quiser... rs Bom, sou o Leandro, tenho 29 anos e recém casado com minha linda esposa Fernanda, atualmente trabalho com Tecnologia da Informação, mas tenho um grande sonho de ter meu próprio restaurante, um dia quem sabe... Ainda no inicio de uma longa caminhada nesta estrada de gastronomia e vinhos, assunto qual me impressiona e me torno cada vez mais apaixonado.

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. 24 de dezembro de 2014

    […] à turma dos malucos por escrever e que nos presenteou há poucos dias com um belo artigo sobre espumantes. Outros virão, com certeza. Pena que pensamos nisto tão aos 45 min do segundo tempo de 2014 e […]

  2. 7 de janeiro de 2015

    […] Brasil Brut 2014, cuja segunda fermentação se deu pelo método Charmat (em autoclaves, leia mais aqui), compõe o belo portfólio da jovem vinícola Estrelas do Brasil, fundada em 2005 por Irineo […]

  3. 19 de janeiro de 2015

    […] a torrefação e algo a tosta que se espera da elaboração pelo método Champenoise (relembre aqui o que já falamos sobre espumantes e seus métodos de elaboração). Para arrematar, a acerola do […]

  4. 6 de maio de 2015

    […] no breve trem dos “inta”, meu grande e generoso amigo Leandro (que já escreveu por aqui, relembre) resolveu reunir uma turma bacana para as comemorações. No wine list, uma horizontal interessante […]

  5. 14 de julho de 2015

    […] Asti Espumante é elaborado por meio do método Charmat (veja aqui um artigo bem completo sobre espumantes e os métodos de elaboração) com uma única […]

  6. 19 de novembro de 2015

    […] Trata-se de um tipo de vinho feito com dupla fermentação, uma natural igual a todos os tipos de vinho, como acontece com os vinhos tranquilos (tintos, brancos e rosados), por exemplo, e uma segunda fermentação onde surge a perlage, as famosas borbulhas. O champagne é o mais famoso e desejado vinho espumante. […]

Deixe uma resposta