Vinho em Santiago, o que eu faria se tivesse apenas 1 dia

roteiro vinho em santiago

Marcus Flavius da Silva

Enófilo, gourmet e andarilho...

Você pode gostar...

7 Resultados

  1. Antonio Ayres disse:

    Prezado Marcus Flavius, parabéns pela matéria e pela riqueza de detalhes. Conheço, com minha esposa (também “chegada” na arte da degustação da bebida dos deuses), boa parte desse roteiro, e o detalhamento abordado retrata de maneira muito objetiva a realidade lá vivenciada. Foi muito gratificante recordar, através das suas palavras, a semana que passamos naquelas paragens!

    • Obrigado Antonio.

      Faltou comentar a surpresa de dar de cara com a Cordilheira pela primeira vez (chegamos a Santiago na noite anterior) quando o metrô passa a seguir ao nível da rua.

      Realmente impressionante.

      Obrigado por compartilhar sua experiência.

      Grande abraço,
      Marcus

  2. Claudio Bueno disse:

    Olá Marcus, tivemos um dia semelhante na vendímia do ano passado, fizemos 3 vinícolas do vale do Maipo em um dia (foi numa quinta-feira), primeiro o tour premium na Concha y Toro (ano 1883, área plantada 8.720ha e produção anual de 31 milhões de cxs.) às 11h, almoço rápido a seguir no wine bar da Concha y Toro onde pode-se fazer uma degustação de 5 vinhos de safras antigas da casa, depois fomos para Cousino Macul (ano 1856, área plantada 350ha e produção anual de 250 mil cxs.) tour premium 15h, também fomos atendidos pelo mesmo frio e antipático funcionário na degustação e finalizamos com um tour na pequena vinha Aquitânia (ano 1990, área plantada 33ha e produção anual de 15 mil cxs.) às 17:30h (fica à 2 Km da Cousino Macul) onde os rótulos das garrafas ainda são pregados a mão. Tudo de metrô e táxi, reservando pelos sites das vinícolas com antecedência.
    Visitamos ainda várias vinícolas nos vales de Colchagua, Curicó e Maule, uma viagem inesquecível.
    Com relação ao Domingo, Santiago fica com muitas ruas fechadas para os carros e aberta para os milhares de ciclistas, alugamos bikes na La bicicleta verde e pedalamos por todas as atrações de Santiago durante o dia todo.
    Abraço.

  3. Vaneska disse:

    Oi Marcus! Por favor, vc pode me dizer como que vc foi da Cousino Macul pra Concha y Toro! Eu sei com ir pra elas saindo do centro; mas tenho medo de nao conseguir ir de uma pra outra.

    • Oi Vaneska, tudo bem?

      Super tranquilo… Na Cousino Macul, pegue um táxi e volte para o metrô. Lá, embarque para a estação Puente Alto (que é a última parada da linha 4 Verde).

      As estações que atendem às duas vinícolas estão na mesma linha.

      Não tem erro.

      Qualquer dúvida, me avisa.

      E depois nos conte sobre a sua visita.

      Abs.,
      Marcus

Deixe uma resposta